sábado, 14 de janeiro de 2012

Visto a vida
















Desfolho as pétalas do desejo
Nas páginas do meu sonho
E aguardo que a brisa me leve.
Percorro por inteiro
As veias sedentas do meu querer
E rasgo o silêncio que me segue.
Quebro o limite dos meus passos,
Escalo o infinito e, em asas de fogo,
Desafio o sol.
Durmo no leito da lua, enroscada
Ao céu, a olhar o presente.
Acordo…
Desço as escadas, mais fortalecida,
Lavo a alma,
Visto a vida,
Dou um passo em frente.


Maria da Fonte
espacoharmonize.blogspot.com

2 comentários:

  1. Lindissimo este poema, como outros que aqui tenho lido!!!!!!

    Desculpa Maria não estou com a conta aqui registada, não sai foto!!!

    1 beijo Lídia

    ResponderEliminar